terça-feira, maio 22, 2007

Spinning nocturno: regras básicas (2)

Em termos de equipamentos, não são necessários elementos adicionais, tirando a indispensável lanterna de cabeça (e sempre uma suplente) para nos permitir ver na noite. Primeira regra fundamental que aqui deixamos e que vemos muitos pescadores não respeitar é evitar ao máximo apontar as lanternas para a água pois iremos contribuir certamente para afugentar o peixe. Mesmo de noite a discrição é fundamental não se esqueçam.

Segunda regra fundamental para quem pesca de noite (e mesmo de dia) é a segurança. Se a escuridão permite melhores resultados também potencia a ocorrência de acidentes, muitas vezes com consequências desagradáveis para a nossa integridade física. Assim, devemos ter atenção redobrada com as pedras que pisamos, com as ondas, que nos podem surpreender em praias de declive mais acentuado, com buracos em zonas de rochas e com o avanço para coroas de areia quando o mar o permite. Torna-se fundamental uma observação do pesqueiro durante o dia que nos permita não apenas ficar a perceber a morfologia do local onde iremos pescar como também nos dê algumas coordenadas em termos de avanço do mar.

Finalmente, uma terceira regra que varia de pescador para pescador é a questão do vestuário. Não há nada pior do que estar a pescar com frio ou molhado, por isso convém ter algum cuidado com este aspecto. Pessoalmente prefiro pescar à noite com fato de mergulho, mais quente, confortável e seguro, sempre que vou para pesqueiros onde o mar irá chegar (coroas, lagedos, por exemplo) ou com fato impermeável completo quando opto por pesqueiros na praia. Ficar com frio numa sessão nocturna é condená-la ao fracasso pois na maior parte das vezes teremos de ir embora ou arriscamos uma valente constipação.

0 comments: