terça-feira, julho 14, 2009

Estreia da ESG II da Lucky Craft

Uma noite destas, lá nos juntamos para mais uma pescaria. O Fazenda, o João Oliveira e eu, lá nos aprontamos para mais uma pescaria nocturna depois de comida uma bela tosta mista na esplanada sobre o mar.

O mar convidava, com uma ondulação de pequena monta e uma côr da água a pedir amostras claras. A maré estava a descer e era tempo de ir para os pesqueiros e aproveitar depois as primeiras horas da enchente.

Era a estreia da minha nova cana da Lucky Craft, a ESG (Enjoy Saltwater Game) II, de 2.90 e uma acção de 3-30 g. Em comparação com a LCF também de 2.90, é uma cana muito mais técnica, apropriada para trabalhar com mais precisão amostras mais pequenas ou de corpo mais afilado. As minhas Flasminnow 110 combinam com ela na perfeição.

Começada a pesca acabamos por verificar que o peixe não saia na vazante e acabamos por parar um pouco a descansar e a fazer tempo para o pesqueiro meter um pouco mais de água. Lá fomos pondo a conversa em dia, falando naturalmente de amostras, canas e episódios passados na pesca e até que voltamos para junto da água e recomeçaram os lançamentos...

Logo ao primeiro tenho um toque...um ataque ligeiro a uma 110...ferro, mas nada...o bicho escapa. Volto a lançar e cerca de dois ou três lançamentos depois outro ataque, ligeiro e o peixe novamente a não ficar...entretanto o Fazenda ferra um ao meu lado e eu decido uma troca de amostra...escolho uma Duo Tide Minnow de cabeça vermelha e logo ao primeiro lançamento com esta amostra um ataque forte...ferragem e peixe preso...meia duzia de maniveladas e peixe perdido...eu já rogava pragas...volto a lançar e decido optar por uma recuperação ainda mais lenta, intervalada com paragens...até que após uma dessas paragens sinto um ataque violento e começou a luta com um Labrax cheio de vigor que acabou por parar aos meus pés e marcar na balança 2.1 kg. Deu uma bela luta e a ESG II tinha-se estreado com um excelente comportamento, bem complementada pelo meu Twin Power 4000 FC.



Como os toques acabaram por parar com a entrada de mais água no pesqueiro acabei por ir a outra pedra, desta vez fazendo uns lançamentos com uma 110 Aurora Mackerel e qual não é o meu espanto quando acabo por ter um ataque de um pequenote que pouco maior era do que a amostra que eu estava a utilizar. Depois de o libertar com cuidado lá o devolvi à água para mais uns anos (espero) de vida no mar.




Entretanto já mesmo ao fim da noite o João ainda tirou mais um, acima de quilo, e acabamos a noite com todos a safar a grade. Foi uma noite bem agradável e bem passada entre amigos.

1 comments:

FISGOPEIXE disse...

boas..assim é fixe, todos safaram a grade..festa total.