quinta-feira, outubro 29, 2009

"Shashimi" anyone?

Aproveitando a pausa de alguns minutos da verdadeira tempestade de trabalhos de índole académica e prazos impostos insolentemente curtos e sem qualquer consideração holística, conceito com o qual tanto nos bombardeiam durante estes quatro anos de curso, pelo todo que é o estudante de enfermagem...sento-me e descontraio nesta singular forma, que é escrever um post no blogue do qual me orgulho de fazer parte juntamente com três grandes amigos.

Se pensam que irei falar de amostras, canas, técnicas, peixes grandes ou pequenos enganem-se, hoje é um post diferente.

Como alguns de vós sabem tenho uma enorme paixão (e gulosice) por cozinha japonesa, em especial por sushi e sashimi.
Gosto bastante de ir ao restaurante(s) na companhia da namorada, família ou de amigos (da pesca ou não) provar o meu quinão de sashimi de maguro (atum), robalo ou salmão.

Há uns meses tentei magicar o meu "sashimi" caseiro (uso aspas, pois não se compara a um verdadeiro sashimi, especialmente no que toca à apresentação).
Considero-me um aspirante de cozinho com muito pouco jeito e habilidade, e sobretudo experiência, no entanto penso que tenho alguma dose de "coragem".
A aventura até nem correu mal, pelo menos "sashimi" caseiro, feito com um robalo apanhado por mim até nem sabia mal, claro que a apresentação...isso é outra história.

Desde então tenho feito a aventura mais vezes, e hoje decidi partilhar convosco algumas fotos de uma dessas aventuras gastronómicas.

Seleccionei um robalo com um tamanho que me pareceu simpático para o efeito, e fiz-lhe dois filetes "à maneira" (sem pele).
Deixo-vos aqui um video que explica bastante bem como filetar um robalo.



Aqui está uma foto de um dos meus filetes (já cortado ao meio), é importante usar uma faca bem afiada,eu tenho usado uma da Rapala, não é das melhores, mas desenrasca:



Depois cortei o filete em pequenas tiras, mais ou menos da grossura de um dedo:


Como podem constatar, o jeitinho não é muito.

Há quem goste apenas do peixe juntamente com o arroz, como servem nos restaurantes (sashimi e sushi), mas eu gosto do sashimi mesmo sem o "rolo" de arroz, apenas a tira de peixe.
Acompanhei com um salteado de legumes "oriental", com rebentos de soja, alga, etc.
Claro que para mim, a tacinha com molho de soja é indespensável, assim como o wasabi (picante) que infelizmente eu não tinha em casa, como tal, foi servido com o salteado de legumes e apenas com a soja.



Não me considero bom cozinheiro, nem aceitável sequer. Este post não é tem o objectivo de ensinar a fazer, pois eu próprio ainda estou na fase mais que inicial nesta área.

Se querem aprender a fazer sashimi ou sushi (com arroz e tudo o resto) à séria, falem com Alexandre Alves, que ele é que é o Sushi-Ya aqui do sítio.

Apesar de muitos poderem discordar, para mim sashimi ou sushi é das melhores mortes que se podem dar a um robalo, e gostos não se discutem!

Até à próxima, e vai ser sushi ou sashimi?

4 comments:

Anónimo disse...

Gostava de ter a coragem de fazer isso a 1 robalo,mas a minha mãe dá-me uma carga de porrada.

Gouveia disse...

Ahahahah,

muito bom Pedro....

A primeira vez que comi Sashimi foi no ano passado nos Açores, onde o Sergio só falava disso. Como foi, o Sergio para alem das zagaias, canas, carretos e restante material, andava sempre com um molho (soja!!!??) e uma faca dessas, vai de corricar até ao pesqueiro. E não é que num dos dias logo ao virar da Pedra do ....... (não me lembro do nome caraças) apanhamos um serra. Granda petiscada foi feita nesse inicio de pesca...
Mais fresco seria impossivel..

Abçs,

Antonio Gouveia.

xandre disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
xandre disse...

Quem gosta de comida japonesa recomendo o restaurante AYA, tem o Mestre Takashi Yoshitake.

www.ayarestaurante.com

Abraço
xandre