terça-feira, maio 22, 2007

Spinning nocturno: que amostras? (3)

Esta talvez seja a pergunta mais feita quer por iniciados quer mesmo por pescadores mais experimentados. Que amostras são mais indicadas para pescar à noite? Como não podemos dizer que existem amostras infalíveis podemos tentar descortinar algumas regras básicas que pela experiência e pela prática nos levam a avançar que para a noite amostras escuras funcionam bem.
A regra aqui é semelhante à do corrico, águas claras amostras claras e águas escuras e noite amostras escuras. Uma amostra que dá excelentes resultados nocturnos é a Flashminnow Aurora Black, da Lucky Craft, apenas para dar um exemplo concreto. Também é verdade que de noite os robalos se sentem muitas vezes atraídos por amostras brilhantes, especialmente em noites claras em que a lua se faz mais notar, permitindo a amostra brilhar quando dá de flanco com as animações de ponteira que produzimos. Também é verdade que em algumas ocasiões as amostras todas brancas também podem dar bons resultados, tal como acontece com os modelos que conjugam o branco e o vermelho ou o preto e o vermelho.






Muitas vezes e mais importante ainda do que a própria cor da amostra que utilizamos são os sons que ela pode produzir e a forma como as esferas que os produzem se movimentam dentro do corpo da amostra. O ruído é uma arma muito importante para o pescador conseguir levar os robalos a atacar a nossa amostra, tornando-se indispensável na pesca nocturna (e até na diurna em muitas ocasiões) pois irá atrair mesmo os peixes que se encontram a maiores distâncias.

Para a noite as amostras que serão provavelmente as mais fáceis de utilizar serão os jerkbaits, que afundem pouco e tenham comportamentos enérgicos dentro de água, mesmo com animações mais simples. A utilização de amostras de superfície torna-se mais complicada para quem tem menos experiência ou para quem não conheça muito bem os pesqueiros, pois a sua animação depende muito de conseguirmos ver as amostras. Ora de noite isso torna-se impossível e teríamos de as animar com base na experiência e na intuição e isso nem sempre é fácil especialmente para quem está a começar nesta pesca.

A nossa escolha deve ser feita tendo em consideração a facilidade de lançamento e de animação das amostras e não apenas em função da cor. Não valerá muito a pena levar aquelas, com cores muito boas mas que sejam difíceis de animar porque de noite ainda teremos mais dificuldades para o fazer.

5 comments:

Anónimo disse...

FC parabéns pelo teu blog! está muito bom! muita paixão pela pesca e pela Natureza! continua que o mundo da pesca precisa é de pessoas como tu! Luís Ramalho

FC disse...

Luís,
Muito obrigado pelas palavras de incentivo.

Abraço

Fernando

Brito Ribeiro disse...

Parabens, acabo de ler alguns posts e fiquei satisfeito pois tambem sou um amante da pesca, principalmente da pesca ao robalo, aqui no norte. Gostei particularmente dos posts sobre spinning nocturno, tecnica que eu não domino, mas irei em breve experimentar os seus conselhos.

FC disse...

Obrigado mais uma vez. O corrico ou o spinning nocturno é uma paixão realmente. É muito mais intuitivo, obrigando-nos a sentir mais a pesca.

Abraço

Fernando Corvelo

Luis Vicêncio disse...

Muitos parabéns pelo seu blogg. Está excelente e é sem dúvida uma mais valia para todos aqueles que se querem iniciar nesta aventura apaixonante que é o spinning.

Para além do mais é uma lufada de ar fresco e puro neste universo feito de segredos e desconfianças.

Já agora relativamente a amostras, já experimentou as Live Flash Minnow 12 cm da Lucky Craft?

Mais uma vez parabéns e um abraço.