sexta-feira, janeiro 18, 2008

O que vê o robalo

A questão mais importante de todas quando pescamos, pois é dela que tudo o mais irá depender, é a de saber qual o grau de visão do robalo. Será que só vê tonalidades de cinzentos ou é capaz de distinguir algumas cores? Alguns trabalhos científicos já vieram provar que o robalo consegue distinguir algumas cores e mesmo se eles não existissem poderíamos perceber isso pelo facto de que em certos dias e ocasiões apenas uma determinada cor de amostra apanha peixe e as outras, até do mesmo modelo, não conseguem qualquer captura.

Tal como explica Stéphane Puissat, um biólogo francês, é possível verificar, ao microscópio, que o olho do robalo possui células em cone que permitem identificar e distinguir as cores ao mesmo tempo que possui uma capacidade enorme para identificar os contrastes do meio em que evolui, notando perfeitamente qualquer movimento brusco, mesmo em condições de menor visibilidade.

Todavia e como a visão é a combinação de uma troca de informações entre os olhos e o cérebro e que o cérebro de um peixe não é muito grande, acaba por ser mais derivado a reflexos condicionados do que por uma identificação clara que o robalo acabará por atacar a sua presa. Isto explica que muitas vezes se consiga apanhar tanto peixe com amostras muito simples como com uma que é uma perfeita imitação de uma presa e que seja até permitido dizer que o movimento da amostra dentro de água acabará por ser mais importante que a cor da amostra.

0 comments: